Blog


9 idéias que eliminarão a evasão dos cursos de EaD

September 05, 2016 | By: Helio Diamant

 

Introdução

A Educação à Distância (EaD) é uma grande promessa que pode fornecer o acesso à educação para milhões de pessoas. No entanto, algo não está funcionando na Educação a Distância. Podemos ver a taxa de evasão nos MOOCs (Cursos Abertos Massivos Online), o que leva algumas pessoas a dizer que "os MOOCs estão mortos".

No ensino superior, ensino vocacional e treinamento corporativo – o EaD não está cumprindo sua promessa. Alunos expressam frustração com enormes quantidades de material monótono que é atirado sobre eles, enquanto as instituições esperam que lidem com esta massa de material, quase sempre - por conta própria. Não é de se admirar que os alunos sintam-se sozinhos, abandonados e negligenciados. Qualquer pessoa que já haja tentado aprender remotamente vai concordarcom esta imagem da situação.

E se alguns ajustes pudessem ser feitos por meio da tecnologia, levando em consideração os fatores humanos inerentes ao aprendizado? Poderia isso tornar o EaD numa experiência mais bem sucedida e envolvente?

Proponho aqui  9 coisas que permitiriam que o EaD cumpra a sua promessa - levar educação de qualidade a todos.

Por favor, sintam-se livres para adicionar seus comentários ou perguntas abaixo ou visitar-me na 22ª CIAED em 20 de Setembro, 2016, em Águas de Lindóia, Brasil, onde farei uma apresentação referente a este assunto, junto com a Time To Know .

1.     Materiais de aprendizagem interessantes, rico, envolventes

Este primeiro elemento é quase trivial. No mundo de hoje, por que qualquer aluno iria querer aprender com material chato e monótono?

Lembro-me dos dias quando eu era adolescente, na década de 70. Entrei para um curso por correspondência oferecido pelo Instituto Universal Brasileiro, para aprender a ser um técnico em eletrônica. Essa foi a primeira modalidade de Educação a Distância. O material de ensino era enviado a mim a cada semana, e eu deveria ler os folhetos, fazer os exercícios, fazer um exame no fim, e enviar o exame de volta para eles no final de cada bimestre. Só receberia o próximo lote de material, depois de passar o exame.

Eu não sei quantas Técnicos em Eletrônica sairam deste curso ao longo dos anos. Eu definitivamente não fui um deles. Não passei do segundo módulo; simplesmente perdi a paciência e motivação.

Isto não parece engraçado? Tanto tempo, tão “anos setenta” !!! Mas lhes garanto que, em muitas instituições de formação no mundo de hoje em dia, esta ainda é a forma como o EaD é feito. Você começa o material em casa, uma vez por mês você visitar a escola ou o escritório da instituição para fazer um exame, e volta para casa para receber o resto dos livros até o mês seguinte.

Alguns desses modelos pré-históricos de EaD  “se modernizaram”. Eles digitalizaram todo o seu conteúdo para o formato PDF, instalaram um LMS gratuito, e lançaram seus PDFs on-line, juntamente com alguns testes.

helio2

PDFs ??? Brincadeira !!! Olhem para a expressão deste aluno na foto acima. Não parece aborrecido em estudar a partir do PDF exibido em seu computador?

Gostaria de apresentar o seguinte caso: Uma instituição gasta milhões de dólares para uma plataforma LMS muito sofisticada, e, em seguida, prepara seus planos de curso EaD e carrega todos os seus arquivos PDF para serem lidos pelos alunos. Intercalados entre cada PDF, pequenos testes com perguntas de múltipla escolha são fornecidos para serem executados pelo aluno e medirem seu nível de aprendizagem do PDF.

 

Sim, depois de ler o parágrafo anterior, eu tenho certeza que você pode simpatizar com o rapaz na foto. Você está trancado dentro de uma excelente plataforma com um conteúdo terrível. Não há muito que você pode fazer para ter sucesso com isso.

Estamos na era digital - vamos maximizar o seu potencial! Vamos envolver os alunos com imagens interessantes, filmes, jogos, áudio, sites externos. Quem diz que a única maneira de aprender é através de um texto longo? Há tantos recursos disponíveis no ciberespaço para inspirar os alunos. Precisamos da oportunidade e das ferramentas certas para entregar materiais de aprendizagem que irão motivar os alunos a continuar a estudar, mesmo quando as tarefas lhes parecem desafiadoras.

2. Conteúdo interativo

Este ítem parece ser abrangido pelo ponto # 1 - o material interessante e cativante - mas o conteúdo interativo refere-se a muito mais do que isso.

Conteúdo interativo significa dar ao instrutor a possibilidade de saber como o aluno está progredindo com o conteúdo em tempo real. Isso também significa que o próprio aluno sabe, em tempo real, como está se saíndo no curso.

 

Não precisamos esperar por um teste mensal, ou forçar os alunos a preencher questionários, sejam de papel ou online (aqueles questionários que todos odeiam).

Com a tecnologia certa, podemos apresentar sequências de aprendizagem em que os alunos respondem a perguntas, exercícios completos, visão de mídias, análise de dados e "interação com o conteúdo". Dessa forma, atingimos dois objetivos: fazemos todo o processo de aprendizagem muito mais interessante e envolvente, e ao mesmo tempo, mantemos o instrutor, que recebe os resultados de cada aluno e seus dados de progresso, informado e conhecedor  em tempo real da situação de cada aluno no aprendizado. Os alunos também são motivados pelo feedback contínuo que recebem, o que lhes permite monitorar e ajustar seus próprios hábitos de estudo.

3. Monitoramento e rastreamento

Então, agora que nós identificamos conteúdo interativo, que permite que o instrutor acompanhar o progresso ou as dificuldades de cada aluno em cada etapa do processo de aprendizagem ... qual é o nosso próximo passo? Se você está pensando, usar as ferramentas apropriadas para monitorar os participantes dos cursos e levar ao aumento da motivação e sucesso, você está absolutamente certo!

 

Usando as sessões interativas, e quaisquer respostas ou trabalhos concluídos pelos alunos, podemos acompanhar a sua situação de aprendizagem. É aquele estudante lutando com uma questão em particular, ou talvez toda a turma? Podemos reconhecer alguns pontos fracos? Só podemos ajudar os alunos se soubermos suas dificuldades de imediato, e não somente no dia do exame final - isto é, SE eles conseguem chegar ao exame final, depois de vasculhar todo o material do curso por si só.

Então, queremos que o instrutor possa intervir, com base nas contribuições recebidas sobre o desempenho dos alunos. Às vezes, a intervenção é tão simples como um e-mail de notificação. "Caro aluno, eu notei que você está tendo algumas dificuldades no capítulo 3. Eu estou aqui para ajudar, se você quiser fazer perguntas ou discutir qualquer item em relação a este assunto. Atenciosamente, Seu instrutor".

Esta notificação que parece tão simples pode ser o impulso extra necessário para motivar os alunos e aumentar a sua determinação em continuar até o fim do curso.

Na minha experiência com os educadores de Ensino à Distância, tenho visto as instituições que costumavam oferecer tutoria telefônica a seus alunos. Em geral se surpreendiam ao descobrir que os alunos que telefonavam não desejavam falar com qualquer tutor que atendesse o telefone. Eles queriam falar com um tutor específico, na maioria dos casos, aquele que lhes deu uma boa resposta em uma chamada anterior ou aquele que lhes vem atendendo desde o princípio do curso. Após a migração do telefone para chats e conferências web, com o contato mais imediato entre alunos e tutores, isso  tornou-se ainda mais evidente. E no final do curso, se notou que muitos alunos foram motivados por esse contato próximo a terminar o curso, e alguns relataram até mesmo que só chegaram ao final do curso, por não querer decepcionar o tutor que trabalhou tão duro para mantê-los lá.

Assim, dizemos - vamos dar aos professores uma ferramenta para monitorar e acompanhar o sucesso (ou fracasso) de cada estudante, em tempo real, e todas as informações necessárias de uma forma fácil e direta. Todos só têm a lucrar com isso.

4. Alertas

Até hoje, na maioria dos casos, o acompanhamento aos alunos de Ensino à Distância significa passar por relatórios de seus resultados de classe em testes e exames.

No entanto, em programas de EaD de hoje, um professor ou tutor pode ser responsável por centenas de estudantes. Ou milhares. Como é que um instrutor vai conseguir verificar esses longos relatórios ao longo do tempo? Além disso, como mencionei em meus pontos anteriores, o problema é ainda mais desafiador - o professor tem muito mais que 2-3 questionários ou testes para avaliar para cada aluno. Uma ferramenta eficaz reúne e relatórios sobre dezenas de pontos de dados para cada lição, para cada aluno. Neste sentido, como pode uma pessoa, mesmo o instrutor mais talentoso e dedicado, cobrir esta enorme massa de informações?

 

Apesar do grande número de estudantes matriculados em um determinado curso, ainda não queremos que nenhum aluno seja deixado para trás. Precisamos de um sistema de alertas sofisticado para identificar qualquer problema - seja com um estudante, com um grupo de estudantes ou uma turma, ou com qualquer conteúdo do curso - e "empurrar" uma notificação ao tutor/professor - quanto mais rápido melhor.

 

Alertas são definitivamente a resposta para essas necessidades.

Alertas devem vir em tempo real, e devem permitir que os tutores / formadores resolvam todas as necessidades de todos os alunos em tempo real, no próprio momento em que eles estão em necessidade, não importa o quão distantes eles estão.

5. Intervenção

Então, digamos, as nossas ferramentas tecnológicas avançadas descobriram que um aluno tem dificuldades em alguns capítulos.

O que podemos fazer?

Este é o momento em que os instrutores devem tomar um papel ativo na prestação de ajuda aos alunos, com intervenções que possam ajudar os alunos a superar a dificuldade que enfrentam com o conteúdo específico. Quem sabe enviando aos alunos um vídeo de instruções ou texto explicativo, que irá apresentar o conceito de uma maneira diferente, ou o fornecimento de prática guiada adicionais com sugestões ou outras dicas para resolver um problema difícil ajudará o aluno a superar a barreira que está em seu caminho para o sucesso .

 

O instrutor também pode agendar e convidar os alunos a uma web-conferência ao vivo, que será realizada no dia seguinte, apenas para os estudantes com dificuldades.

Realizar tais ações deve ser fácil e transparente, tanto para o professor quanto para o aluno, e isso envolve o uso de tecnologia integrada que suporte tais intervenções.

A intervenção deve ser fácil para o professor, tão simples como escolher e enviar uma atribuição adicional para o aluno através do LMS ou por e-mail. E o aluno deve ser capaz de acessar a intervenção de forma integrada, por exemplo, algo que salta na tela em frente a seus olhos, ou aparece no seu calendário sem esperar que os alunos o vão procurar.

A capacidade de intervenção é o poder que transforma um instrutor em um verdadeiro educador em Educação a Distância. O momento em que os instrutores decidem intervir é o momento em que eles podem mudar o destino de seus alunos e levá-los da frustração ao sucesso.

Para os estudantes, a intervenção cria o sentimento de colaboração – a sensação que eles não estão sozinhos, que alguém está lá olhando por eles, e que há uma instituição por trás do curso no qual ingressaram. É o valor do por detrás do investimento. É a motivação que vai levá-los ao o final do curso.

Este é o valor de intervenção. Ele é a personalização do processo para o estudante. Quando bem feito, é o diferencial entre o sucesso eo fracasso.

6. Colaboração entre alunos

Às vezes, os alunos podem ajudar um ao outro. A tecnologia moderna de Ensino à Distância deve ser social o suficiente para deixar que os alunos interajam de uma forma que mais se assemelha a forma como iriam interagir caso todos estivessem juntos em uma sala de aula.

 

Por exemplo, os alunos devem ser capazes de participar de um fórum inteligente, no qual podem compartilhar idéias, ou pedir opiniões uns aos outros. Eles devem ter uma sala de chat inteligente que lhes permita trocar mensagens em tempo real, em grupos ou privadamente. Também devem ter a possibilidade de compartilhar conteúdo interessante relacionado com o curso uns com os outros.

Os alunos, como todos os seres humanos, são uma multidão social. Devemos fazê-los sentir que eles são parte de uma comunidade. O maior sinal de sucesso de uma classe de Educação a Distância é quando os alunos não querem simplesmente imprimir seu certificado, mas eles preferem ter uma cerimônia de fim de curso onde possam encontrar seus colegas e seus tutores. É nossa função ajudar aqui com tecnologia que vai deixá-los se sentindo assim.

7. Agrupando alunos

Temos dito isso antes muitas vezes neste artigo: alunos de EaD se sentem sozinhos. Por que não podemos criar grupos de 5 a 7 alunos, como um grupo de estudo virtual?

Nos últimos anos, muitos estudos foram realizados sobre o conceito de "Estudo Colaborativo". Todos estes estudos mostram a grande vantagem de colocar os alunos para em grupos de aprendizado. Vamos usar a tecnologia para permitir o mesmo procedimento em ambientes de Ensino à Distância, onde ele é ainda mais necessário.

Os alunos podem apoiar uns aos outros e tornar-se um grupo de estudo que compete com os outros grupos. A competição entre os grupos trará os grupos a progredir mais rápido, e lhes dará a motivação para aprender de forma mais eficaz, a fim de competir e ter sucesso.

Os grupos também serão capazes de identificar mais claramente partes do conteúdo em que têm mais dificuldades, e por que essas dificuldades estão aparecendo. Eles também podem encontrar novos materiais interessantes a serem apresentados. Ao fazer isto, eles podem ser uma boa fonte de propostas de melhorias no conteúdo do curso. Os alunos estarão felizes e orgulhosos de fornecer dados significativos para o curso.

8. Personalização

Já falamos sobre personalização quando abordamos o assunto intervenção – todavia, a personalização é também um tema relacionado com a customização do conteúdo de aprendizagem.

Nem todos partilham os mesmos pontos fortes e fracos. Alguns de nós precisam de mais explicação; outros precisam de mais prática quando aprendendo novos conceitos. Alguns preferem ouvir palestras; outros preferem ler como uma forma de aprender novas informações.

Um bom programa de aprendizagem à distância deve suportar um alto nível de personalização dentro do conteúdo educacional. O conteúdo deve atender a todas as necessidades e estilos de aprendizagem de cada aluno. Sempre que possível, o conteúdo deve ser projetado para fornecer caminhos alternativos para os alunos escolherem o que querem fazer para aprender o tema.

Como mencionamos anteriormente, os alunos devem sentir que não estão sozinhos; ao mesmo tempo, devem sentir que criamos o curso com as suas necessidades específicas em mente. Este é outro passo importante para levar os alunos para o sucesso no curso.

9. Plataformas amigáveis

Nem todos nós somos realmente amigos do computador. Cursos de ensino à distância devem basear-se em tecnologias de fácil utilização.

Recordam-se de nosso primeiro cenário no item 1, da instituição que comprou o melhor LMS do mundo e encheu-o com conteúdo em PDF?

Bem, agora, no nosso segundo cenário, temos organizações que investem muito dinheiro em seu conteúdo. Eles realmente combinam uma bem-planejada pedagogia e considerações de custo-benefício para oferecer a melhor preparação pedagógica possível de seu conteúdo digital.

E então, quando o conteúdo está pronto, a organização, carrega o conteúdo em um simples portal ou o instala em um LMS de código aberto. Infelizmente, isso é feito com muito pouca customização interna, e esta é feita por alguém que não era realmente um especialista no assunto. Resultado:  os alunos não podem encontrar onde o material está ou o que devem fazer com ele.

No final, isto é o que recebem:

Meus amigos, essa também não é a maneira de alavancar a aprendizagem. O conteúdo é o rei, mas uma solução adequada de Ensino à Distância deve ser uma "joint-venture" entre conteúdo e ferramentas.

Como todos nós concordaríamos, conteúdo deve ser muito bem preparado para servir as necessidades dos alunos e instrutores. Mas também as ferramentas na plataforma devem ser profundamente integradas e de fácil utilização para instrutores e alunos para que eles possam navegar na plataforma e acessar facilmente tudo o que precisam em poucos segundos, a fim de melhorar a sua experiência de aprendizagem.

Conclusão

Podemos dizer muito sobre a ascensão e a quase queda do EaD. Muito tem sido dito sobre isso, e muito ainda vai ser dito.

Eu acredito que a maioria dos leitores deste artigo estão cientes da nova pesquisa, que provou que os alunos felizes são os que têm maior sucesso.

 

Seguindo as 9 idéias especificadas acima, podemos garantir que podemos motivar os alunos, a fim de construir o entusiasmo que eles necessitam para completar sua  trilha de aprendizagem.

Permitam-me ser um pouco pomposo, talvez até mesmo sentimental - muito está em jogo aqui. Educação a Distância é a única chave para a educação de milhões de pessoas que não têm acesso às salas de aula adequadas, e todos nós sabemos que a educação é a chave para o sucesso, a auto-realização e a felicidade. Usando a tecnologia certa, nós podemos entregar a promessa do EaD. Depois de tantos anos de promessas quebradas ... nós podemos fazer isso acontecer!

Helio Diamant é um Gerente de Projetos na Time to Know, especializado implementações de Ensino à Distância em larga escala.

Back to Blog
 

Contact Us

 

Request a demo

 
Close Window